Esclareça suas dúvidas sobre

Tecnologia da Informação.

 

Profissional Linux – o que faz, onde estudar e quanto ganha?

30/03/2016 Profissões
Profissional Linux

Ser um profissional Linux é um desafio que pode valer a pena o esforço. Uma área bem remunerada, com poucos profissionais que tem em média um salário maior que os demais. Nesse artigo vou falar sobre a descrição do serviço, como está o mercado de trabalho e por onde começar para quem pensa em seguir essa carreira ou quer pesquisar mais sobre o assunto.

Esse artigo faz parte de uma série de artigos sobre as profissões de TI, talvez você queira saber mais sobre as outras:

O que faz?

O profissional Linux trabalha geralmente num ambiente diferente das pessoas que estão acostumadas com uma interface gráfica (GUI). O Linux utiliza um ambiente Shell Script, uma linguagem capaz de controlar e administrar o sistema operacional.

Profissionais Linux podem trabalhar desde o suporte ao usuário, até administração de servidores, sistemas operacionais, consultoria, desenvolvimento de software e até pesquisa e desenvolvimento de novas Tecnologias (como é o caso da Tesla Motors, que contrata profissionais Linux para trabalharem no desenvolvimento de carros elétricos).

Grande parte dos servidores web onde os sites da internet são hospedados utiliza Linux. A demanda por esse tipo de profissional é cada vez maior.

Mercado

De acordo com o Linux Jobs Report 2015 (Pesquisa realizada pela The Linux Foundation, uma das organizações mais renomadas quando o assunto é Linux), o mercado de trabalho na área de Linux não demonstra o menor sinal de queda, pelo contrário, os profissionais Linux tem cada vez mais oportunidades. O relatório também diz que as empresas que desejam atrair profissionais Linux, vão ter que colocar a mão no bolso, pois estes profissionais estão acostumados a receber propostas atraentes do ponto de vista financeiro.

Certificações

Até este momento não existe uma graduação ou faculdade para profissionais Linux. Estes profissionais devem optar por cursos profissionalizantes e por certificações.

O órgão responsável pelas certificações Linux é o LPI (Linux Professional Institute) e existem 4 níveis de certificações:

  • Linux Essentials
  • LPIC-1: Linux Server Professional Certification
  • LPIC-2: Linux Network Professional Certification
  • LPIC-3: Linux Enterprise Professional Certification

Os profissionais que têm certificação são mais valorizados no mercado e tem maiores chances de conseguirem emprego.

Quanto ganha?

O salário do profissional Linux pode variar de acordo com a experiência, certificações e empresa. No geral, um profissional Linux certificado ganha em média 18% a mais do que um não certificado.

Onde estudar?

Uma ótima maneira de começar é fazendo o curso profissional Linux do Pedro Delfino, que é especialista no assunto e trabalha com Linux a mais de 14 anos.

O Pedro liberou a formação Linux Nível 1 – Express para os leitores do blog, então clique aqui para se inscrever e começar a assistir as vídeo aulas. Não sei por quanto tempo ele vai conseguir manter essas aulas grátis porque sei que ele teve que investir bastante tempo para criar esse material, então aproveite e começa agora!

 

Comentários


  •  
    LUCELIA | 10 meses atrás

    Ola Adam estou terminando o segundo semestre de Analise desenvolvimento de Sistemas ,Mas ainda tenho muitas duvidas pois faço curso a distancia você acha que posso progredir terminando este curso ,mas ja pensando em outros presencial ,queria gosto da área de Ti sabe mas não sou uma nerd mas gosto o que você me sugere para continuar na área , quando terminar de cursar analise sistemas

     
  •  
    Lucas | 9 meses atrás

    Adam, se você não tem a tabela de salários atualizada, sugiro que retire esta, que faz referência a salários de 2004, tempo de “vacas gordas”. Um RH, que já costuma não entender nada de tecnologia, vai olhar esta tabela e se basear nela. Um LPIC-1 em 2011 ganhava mais de R$ 2300. Atualizando esse valor à inflação, um Linux Administrator (LPIC-1 v4), não deveria se sujeitar a ganhar menos que R$ 2750.

     
  •  
    Allan Sperafico Mansano | 9 meses atrás

    O CMD é utilizado no Windows né? Aprendi muito sobre ele
    Mas o POWER SHELL é o futuro?, a pesar que nem sinto falta dele consigo fazer tudo pelo CMD
    Às vezes até dou um taskkill no explorer.exe para testar minhas habilidades de mecher em um sistema por linhas
    Gostaria de saber o que é o POWER SHELL e se eu preciso saber como usá-lo

     
  •  
    José | 9 meses atrás

    Linux Júnior ganhando R$ 800,00, e Pleno R$ 1400,00? Nem quem não tem certificação cara! Tu tá queimando o filme do pessoal de Linux meu velho. Salários do Brasil ou de Cuba?!

     
  •  
    Marcos Almeida | 7 meses atrás

    Sejamos justos com o pessoal de Linux.

    Se você é aquele analista de suporte que não tem conhecimento de muita coisa (passa mais tempo acalmando cliente ao telefone que desenvolvendo uma atividade técnica), faz de um tudo ainda sem ser especialista e depois de uns 3 anos está ganhando seus poucos R$ 2200,00 (assusta, mas é coisa de empresa brasileira), e, se interessa em ser um certificado Linux, não precisa ser mágico, o próprio site da LPI dá a dica:

    Com a LPIC-1 você poderia se tornar um Analista Linux Jr e ganhar +20% de aumento. Se sua empresa for meritocrática, lhe pagaria no mínimo um salário entre R$ 2700,00 e R$ 2900,00.

    Com a LPIC-2 você recebe +33% sobre o valor anterior. Receberia no pior caso R$ 3600,00.

    Com a LPIC-3, cada especialização adquirida (no momento 3 e no futuro 5 especializações) receberia de bonificação +25% sobre o salário anterior. Ou seja, você receberia entre R$ 4500 e R$ 5000, só de pegar sua primeira LPIC-3. A empresa onde trabalho não é multinacional e me paga R$ 5300 como Analista de Segurança Linux e só precisei tirar a LPIC-3 Security.

    Se você é certificado e está ganhando menos do que os valores citados na LPI, valorize-se! Procure uma empresa que pague o que você merece receber. Sindicato no Brasil só serve para manter esse status quo de oportunismo.

     
    •  
      Adam Silva | 6 meses atrás

      Olá Marcos. Obrigado pelas informações, agregou mais valor para quem está buscando esses dados. Abraço!

       
Adam Silva

Adam Silva

Bacharel em Análise de Sistemas, trabalha com TI há 7 anos. Especializado em web, programador, blogueiro, baterista e entusiasta de tudo que envolva tecnologia.

Saiba Mais


Siga-nos no Youtube

© 2013 - 2017 Adam Silva. Todos os direitos reservados.